Vozes

by Matheus Trunkle

Abro a boca
E já me sinto acuado
Diante do mundo de bocas
Que lançaram vozes ao mundo
Antes mesmo da minha voz e do meu mundo

Fecho a boca
E prefiro ir dormir
Às vezes o ruído é
Insuportável

Na verdade
Temo o fracasso
Da minha voz rouca

Ronco.

Advertisements