Escritos de Afeto

pois afetar e ser afetado é o que nos resta

Month: August, 2014

Carta Ao Pai

F200911250821901

Embora faça tempo
Que não te retorno
A leitura
A ligação continua

Escrevo sob tuas asas
Anagrama fantasma
De Praga a praga
Em uma vida miserável
E fraca

Pela primeira vez
Em vida alguma
Desejo fugir de ti

Decepar-nos as mãos
Queimar-me em cinzas
Esquecer-te de vez
(doente, os dois!)

Do nunca teu,

Adeus
K.

Mensagem Na Garrafa

benner-el-naufragio-pintores-y-pinturas-juan-carlos-boveri

Somos náufragos
Não havia te dito?
Me levas à frente
Feito molas
Os teus cabelos
Sempre sangue-
Vermelhos
Cor talvez do modo
Como morde
E devora o real
A cada braçada que dou
Em busca de sobrevida
Sonho teus cabelos
E tenho a certeza
Da tábua de salvação
No mar ruivo
De sal e sol
Queimados
De sol em sol
Ponta a outra
Separados
Por realidades distintas
Que um dia se tocaram
A principal condição de ser
Náufrago é só ser
Não havia te dito?